Cuidado,

Sou como um doce amargo

seu brinquedo quebrado

Mais que um desejo,

uma necessidade

 

Aceite as carícias de minhas

mãos, suaves e frias. E

confie em meus olhos, pois

minhas palavras ciganas, estas sim,

dissimulam e enganam

 

Entregue-me seu corpo,

sinta-me suave em sua pele

Sou sua eterna tortura

que persegue e assusta

 

Fuja devagar,

pise em minhas pegadas

Encontre-me no labirinto

e permaneça perdido

 

Negue minha lealdade, seja

meu constante vício

Abro suas feridas, sou

seu maior risco

Quero seu bem, mas sua dor

me conforta

 

Da inocência monto a sedução,

faço um jogo insano para obter

seu perdão

 

Sou cruel, mas entenda:

é simples minha natureza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s