Não me culpe por meus sentimentos,
como se eu tivesse algum controle sobre eles
Não venha à minha casa pedir a volta do que já foi:
amor não é um ciclo eterno

Pare de pensar que a dor escolhe lado,
que minhas feridas não se reabrem
a cada lágrima… sua!

Mas temos que seguir em frente,
sem nos apegar ao passado,
sabendo que o que passou foi doce e
a amargura é pouca.

Temos que seguir
guardando um ao outro,
cada qual em sua estrada…
que nos permitiu caminhar juntos!

E como caminhamos!

Entre chuva, sóis, suavidade e tropeços
Descansei em seus braços e você nos meus,
nos fortalecemos juntos
Então surgiu a bifurcação;
nossos caminhos eram diferentes

A dor da separação foi forte,
não estávamos preparados
Mas precisamos experimentar
novos climas e paisagens

Nas lembranças,
sempre será primavera
no primeiro amor

Anúncios

2 comentários sobre “Carta de fim de primavera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s